Notícias

06/05/2019

Ação educativa com motociclistas marca o Dia Mundial do Trânsito

Motociclistas de Curitiba e Região Metropolitana participaram neste sábado (4), Dia Mundial do Trânsito, de uma ação educativa sobre direção defensiva. Iniciativa que envolveu o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPtran), Detran-PR e Secretaria Municipal do Trânsito (Setran) reforçou a campanha Maio Amarelo, que acontece no Brasil e diversos países e busca reduzir mortos por acidentes nas ruas e em estradas.

Os motociclistas participaram de técnicas de condução num circuito de treinamento montado pelo Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran) e pela Secretaria Municipal de Trânsito (Setran) no pátio da Havan da Linha Verde.

De acordo com a oficial de Comunicação Social do BPTran, tenente Etiene do Carmo, a iniciativa é para alertar os motociclistas sobre a importância de utilizar o trânsito de maneira responsável.

“É um público que nos preocupa muito devido a gravidade dos acidentes. Estamos trabalhando com o engajamento de toda a sociedade para alertar sobre essa situação e incentivar a educação”, explicou.

Somente no primeiro trimestre deste ano, 14 pessoas perderam a vida em acidentes de trânsito em Curitiba. O que chama a atenção é que desse número, oito são de motociclistas. No ano passado, foram 20 óbitos, de 47 pessoas vitimadas no trânsito.

Buscando reforçar as ações preventivas, o Detran criou o Comitê do Trânsito Seguro, que envolve instituições que colaboram para criar campanhas e atividades para levar mais educação e segurança ao trânsito.

“A cada ano que passa temos mais adesão de parceiros externos. Cada grupo, chama mais parceiros. Este ano está superando nossas expectativas pelo grande envolvimento da sociedade nas ações educativas”, disse a chefe da divisão de programas e projetos do Detran, Caroline Andreatta. “Acreditamos que esse trabalho pode influenciar no comportamento das pessoas que utilizam o trânsito no dia a dia para salvar vidas”, afirmou.

IMPORTANTE - Os policiais do BPTran, juntamente com os agentes da Setran e da Polícia Rodoviária Federal (PRF), conduziram o treinamento com os motociclistas, orientando sobre o circuito que cada um deveria cumprir para exercitar habilidades de direção que são úteis no trânsito.

Roberto Felipe elogiou a iniciativa e participou da capacitação. “Acho importante esse trabalho, todos deveriam fazer e é um exercício muito útil, principalmente numa situação de emergência quando precisa ter um reflexo rápido”, disse.

Integrantes de moto clubes e do Observatório Nacional de Segurança Viária também apoiaram a atividade. “Já ando de moto há 30 anos, sempre procurando aprender mais. Essas dicas que recebemos hoje ajudam quando estamos numa situação de perigo” , afirmou Ciuma Bonilha, do grupo Ceifeiros da Meia Noite.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.